Região manda 82 heróis para combate aos incêndios de Pedrógão e Góis

Local Últimas Últimas C

Bombeiros do Distrito de Setúbal presentes nos principais teatros de operações. No total foram 16 corporações da região. Em Pedrógão Grande esteve o maior contingente: 48 bombeiros e 15 veículos de 10 corporações

Um total de 82 bombeiros e 26 veículos de 16 corporações do Distrito de Setúbal têm estado envolvidos no combate aos incêndios em Pedrógão Grande, Leiria, e Góis, Coimbra. Este é, para já, o saldo da participação dos bombeiros da região – entre operacionais já rendidos e presentes nos locais – disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal ao DIÁRIO DA REGIÃO.

Para o sinistro que se transformou na maior tragédia de sempre, em termos de registo de vítimas mortais (64 confirmadas até ao momento), em Pedrógão Grande, foram mobilizados no total “48 bombeiros e 15 veículos”, revelou o CDOS.

“Temos meios em duas ocorrências: Pedrógão Grande, Leiria, e Góis, Coimbra. Para Pedrógão Grande foram bombeiros das corporações de Torrão, Pinhal Novo, Palmela, Barreiro, Montijo, Almada, Trafaria, Águas de Moura, Sul & Sueste (Barreiro) e estão em trânsito para o local operacionais de Alcácer do Sal”, adiantou o CDOS.

Para Góis foram destacados “34 bombeiros e 11 veículos”.
“Neste incêndio temos bombeiros das corporações de Montijo, Almada, Moita, Sul & Sueste (Barreiro), Amora, Pinhal Novo, Seixal, Canha, Cacilhas, Trafaria, Barreiro e Setúbal”, concluiu a mesma fonte do CDOS de Setúbal.

A ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, disse esta segunda-feira que já foram identificadas 24 das 62 vítimas mortais, revelando que das identificações feitas até ao momento não há nenhum estrangeiro.

Em relação ao número de vítimas do incêndio que deflagrou na tarde de sábado em Pedrógão Grande e que alastrou aos concelhos vizinhos de Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, distrito de Leiria, os números mantêm-se inalterados até ao momento, com o registo de 64 vítimas mortais e 135 feridos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Avaria mecânica dita regresso de Bombeiros do Seixal

O veículo florestal de combate a incêndios dos Bombeiros Mistos do Concelho do Seixal teve de abandonar o teatro de operações de Pedrogão Grande, devido a uma avaria mecânica, e já regressou ao Quartel Sede. “É com uma profunda tristeza que o fazemos, pois a vontade de ajudar por parte dos nossos operacionais continua a ser muita, embora só com um veículo no terreno, mas a falta de veículos impedem uma participação maior e mais activa”, anunciou no domingo a corporação na sua página oficial no Facebook.

Deixe uma resposta