Gerações unidas pela Lego em mega exposição em Setúbal [FOTOS]

EXPOSIÇÃO. Mesas temáticas ocupam uma área de 1600 metros quadrados
Sociedade C Últimas Últimas C

Setúbal recebe pela primeira vez uma exposição da Alfalug, com centenas de construções e milhões de peças. A brincadeira de adultos promete atrair milhares até domingo

 

Foram precisas três semanas para montar a exposição Setúbal Fan Event For Lego Lovers, aberta ao público no Cais 3 até ao próximo domingo, dia 28 de Maio. As construções, que totalizam mais de cinco milhões de peças, foram feitas por vinte membros da Alfalug, uma associação de fãs da Lego que se estreia em Setúbal com “elevadas expectativas” face ao número de visitantes.

A exposição de 1600 metros quadrados, aberta ao público desde sábado, exibe construções para todos os gostos e com diversos temas, desde castelos medievais a robots futuristas, passando por comboios em movimento, monumentos internacionais, esculturas gigantes, um circo e uma feira popular. Os cenários das sagas Star Wars e Harry Potter são os que têm suscitado maior procura por parte de miúdos e graúdos.

“O Lego não é só uma brincadeira de crianças. Há muitas pessoas a dedicar vidas ao Lego. A mais nova construtora do grupo tem 14 anos e o mais velho tem 65 anos. Isto passa de pais para filhos”, explica Juvenal Martins, promotor do evento. Aqui e ali, muitos pais revelam-se tão ou mais fascinados que os filhos com o nível de detalhe patente nas construções.

A verdade é que o universo Lego não tem limites. “Vai até onde a imaginação nos leva, o que estimula o raciocínio das crianças, e tem a vantagem de as peças antigas passarem de geração em geração, porque continuam a encaixar nas novas”, reforça Gerardus Brands, um dos membros fundadores da Alfalug, ao lado de João Paulo Fernandes e Pedro Nascimento.

Mas os legos nem sempre foram peças de encaixar. Tudo começou numa carpintaria, onde Ole Kirk Kristiansenm, o fundador da empresa, fazia bonecos de madeira para oferecer aos filhos. O primeiro brinquedo foi um pato de madeira com rodas, de puxar à corda, e foi lançado nas lojas há 86 anos. Gerardus Brands guarda um desses, que pode ser visto na exposição. Só nos anos 60 é que a marca dinamarquesa lançou as peças que se conhecem hoje, parecidas com tijolos de encaixar.

São necessárias muitas horas para colocar as construções de pé – seja uma simples casa ou uma cidade inteira com prédios, ruas, automóveis, árvores e habitantes –, e esse trabalho requer minúcia, paciência e “amor pela Lego”. “Admiro as pessoas que passam horas e horas a fazer estas montagens. É uma brincadeira de adultos. Tenho amigos com a minha idade, 65 anos, que se dedicam à Lego”, conta António Duarte, natural de Azeitão, junto do expositor dos edifícios históricos de Portugal.

A Torre de Belém, a Basílica da Estrela, o Quartel do Carmo ou a Câmara Municipal de Lisboa são só alguns deles, todos construídos em Lego por João Paulo Fernandes, apelidado na Alfalug como o Cristiano Ronaldo das construções. O título não será de estranhar, a avaliar pela dimensão e detalhe das réplicas em que maioria dos visitantes repara.

No início da exposição surge uma miniatura especialmente querida das gentes de Setúbal: a fonte de golfinhos da Avenida Luísa Todi. Mas também há obras de arte como um retrato do poeta Bocage ou outro do cantor romântico Tony Carreira, construído com 160 mil peças Lego. A pensar nos visitantes desejosos de dar largas à imaginação, leia-se as crianças, existe uma zona de brincadeira com mais de 130 mil peças, a par de uma diversão de saltos e um espaço de pinturas faciais.

Lojas de brinquedos e produtos Lego e pontos de venda de comida fazem também parte da oferta do Fan Event For Lego Lovers, que no fim de semana (dias 27 e 28) recebe os membros da Legião 501 vestidos de personagens da Star Wars.

Este evento realiza-se com o apoio da Câmara Municipal e pela primeira vez em Setúbal desde que a Alfalug começou a percorrer o país com exposições de Lego, em 2015. A exposição pode ser visitada até quinta-feira das 10h às 22h, na sexta-feira e sábado até às 23h e no domingo das 10h às 20h. Os bilhetes custam três euros para maiores de 12 anos e existe um bilhete familiar a oito euros.

 

Veja, na fotogaleria abaixo, algumas das construções expostas no Fan Event for Lego Lovers.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotografias: Diário da Região

Deixe uma resposta