Apresentação da recandidatura de Rui Garcia (CDU) à Câmara da Moita

Local Últimas C

O candidato da CDU à Câmara Municipal da Moita, e actual presidente do município, Rui Garcia, mostrou-se honrado por merecer a confiança para avançar com a sua recandidatura, referindo que foram cumpridos os compromissos assumidos com a população.

“É para mim uma enorme honra receber de novo a confiança do meu Partido e dos meus camaradas para assumir a tarefa de ser o 1º candidato da lista da CDU para a Câmara Municipal da Moita, nas próximas eleições de 1 de Outubro”, disse, na cerimónia de apresentação da candidatura.

Rui Garcia referiu que a acção autárquica da CDU no concelho tem demonstrado como acima de méritos individuais prevalece o trabalho de equipa, destacando o trabalho desenvolvido pelos elementos que integram o executivo da câmara – Vivina Nunes, Miguel Canudo, Daniel Figueiredo e João Romba.

“O que releva deste mandato é a firme determinação de superar obstáculos e encontrar soluções para dar resposta às necessidades do Concelho e aos anseios das populações, traduzida no equilíbrio das contas municipais, que permite satisfazer os compromissos sem atrasos, reduzir para metade a dívida de longo prazo e sobretudo defender o Serviço Público prestado em todas as suas vertentes e aumentar o investimento”, afirmou.

O candidato da CDU lembrou alguns dos trabalhos efetuados em áreas como a água, o saneamento, a limpeza, a conservação do espaço público, as escolas ou os serviços de atendimento, deixando também uma mensagem de agradecimento aos trabalhadores da autarquia.

“Nestes anos travámos também algumas lutas difíceis, mas que se traduziram em algumas vitórias: lutámos, continuamos aliás a luta judicial, pelo direito de melhorar a mobilidade das nossas populações. Conseguimos uma conquista histórica com o início da circulação no Concelho dos Transportes Colectivos do Barreiro. Lutámos também contra a fusão dos sistemas multimunicipais de saneamento e a deterioração do serviço que a acompanhou. Conseguimos também aqui uma vitória com a reconstituição da Simarsul, que ocorreu já este mês. Lutámos, lado a lado, com os utentes e as populações, contra a degradação do Serviço Nacional de Saúde, pela colocação de médicos e outros profissionais em falta nos Centros de Saúde e pela construção do novo Centro de Saúde da Baixa da Banheira. Também aqui alcançámos uma vitória”, salientou.

“Podemos pois afirmar que cumprimos no essencial os compromissos que assumimos com a população do Concelho e é com este crédito de seriedade e responsabilidade que apontamos aos próximos quatro anos. Anos que não se anteveem fáceis, mas as linhas estratégicas que orientam a nossa intervenção estão claras e traçam um rumo do qual não nos deixaremos desviar”, acrescentou.

Rui Garcia referiu que o objetivo é conseguir concretizar diversos projectos co-financiados por Fundos Comunitários nos próximos anos, com destaque no âmbito da regeneração urbana, da melhoria do espaço público, da mobilidade e da qualificação de escolas.

“A consolidação da situação financeira da Câmara deverá permitir o reforço do investimento, com forte incidência na melhoria do espaço público e reforço de equipamentos”, frisou.

Na sessão foi também apresentada a recandidatura de João Lobo como cabeça de lista à Assembleia Municipal da Moita. Foram também apresentadas as recandidaturas para as presidências das juntas de freguesia, que a CDU venceu nas últimas autárquicas na Moita.

Para a Junta de Freguesia de Alhos Vedros volta a avançar Miguel Graúdo, enquanto para a União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira, o escolhido é de novo Nuno Cavaco.

Na junta de freguesia da Moita a aposta continua a ser João Miguel, enquanto na União de Freguesias de Gaio-Rosário e Sarilhos Pequenos será Miguel Carregosa o candidato.

Deixe uma resposta