Avioneta alemã aterra em pista não certificada em Palmela

Local C Sociedade B

Piloto alemão aterrou na Herdade de Rio Frio, em área agrícola. Diz que foi autorizado pela torre de controlo

 

Um ultraleve de matrícula alemã, com dois ocupantes a bordo, aterrou na pista não certificada de uma herdade do concelho de Palmela, disse hoje à agência Lusa fonte do Comando Territorial da Guarda Nacional Republicana de Setúbal.

O piloto, de nacionalidade alemã e 57 anos, explicou à GNR que descolou pelas 10:00 de terça-feira de Granada, no sul de Espanha, e que aterrou cerca das 12:50 na pista de terra batida da herdade de Rio Frio “supostamente autorizado por uma torre de controlo”.

Fontes ligadas ao setor da aviação adiantaram à Lusa que a pista em causa “é privada e que não está certificada” pelo regulador nacional, a Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC), para que possa ser utilizada numa operação aérea.

A GNR suspeita de uma “falha de comunicação” entre o piloto, que seguia a bordo com uma mulher, e o controlo do trafego aéreo, acrescentando que esta pista é normalmente usada para aterragens e descolagens de aeronaves ligeiras envolvidas em operações de pulverização agrícola.

O piloto alemão contou aos militares da GNR que se deslocou a Portugal para passar férias.

A GNR já informou a Autoridade Nacional de Aviação Civil da ocorrência.

One comment

  1. A foto não é do avião descrito,(Um ultraleve de matrícula alemã) não é um ultra-leve, e não tem matricula Alemã.

Deixe uma resposta