Autarcas do distrito avançam com protesto contra encerramento de agências da CGD

Regional Últimas

 

Os presidentes das juntas de freguesia do distrito de Setúbal afectadas pelo encerramento de agências da Caixa geral de Depósitos, vão realizar uma manifestação no dia 27 de Abril, junto à sede da instituição bancária.

Os presidentes das juntas de freguesia de Charneca de Caparica e Sobreda, Canha, Sado, Laranjeiro e Feijó, Almada, Cova da Piedade, Pragal e Cacilhas e Lavradio e Barreiro reuniram para tomar uma posição.

“Os presidentes das Juntas deram nota das acções desenvolvidas com as populações em cada uma das freguesias na luta contra o encerramento das agências e nos contactos institucionais efectuados quer com o concelho de administração da CGD quer com os grupos parlamentares e Ministro das Finanças que tutela o banco público”, refere a União de Freguesia do Lavradio e Barreiro, liderada por Ana Porfírio (PCP), em comunicado.

O documento acrescenta que a administração da CGD “não respondeu” aos ofícios enviados.

“A necessária e urgente recapitalização da Caixa Geral de Depósitos não pode servir de pretexto para aplicar “reestruturações” que promovam o encerramento de agências, despedimento e deslocalização de trabalhadores, enfraquecendo o seu papel de banco público, para dessa forma defender os interesses da banca privada”, acrescenta.

Os autarcas decidiram apelar à participação de toda a população numa mobilização geral conjunta das freguesias do distrito de Setúbal onde se prevê o encerramento de agências da CDG no próximo dia 27 de Abril, pelas 11:30, junto à sede da Caixa Geral de Depósitos.

Deixe uma resposta