Porto de Sines celebra 40 anos a pensar no futuro

Local Últimas C

Programa de comemorações que inclui conferencias só termina em Dezembro, numa grande festa. Só regata de grandes veleiros Tall Ships 2017 deve atrair 200 mil visitantes

O passado, o presente e o futuro do porto de Sines vão ser debatidos durante este ano num conjunto de conferências em Lisboa e na cidade alentejana, no âmbito das comemorações do quadragésimo aniversário da administração portuária.

A Administração dos Portos de Sines e do Algarve (APS) celebra 40 anos da sua criação com várias conferências e colóquios a decorrer até ao final do ano, promovidas em parceria com a aicep Global Parques e o Município de Sines, a par de outras iniciativas, anunciou o presidente da administração portuária, José Luís Cacho.

“Que os 40 anos sejam um pontapé de saída da construção deste conceito e que nos pode ajudar a construir a perspectiva de futuro que queremos daqui a 40 anos para o porto de Sines”, disse o presidente da APS durante a apresentação do programa de comemorações, destacando que, além de se olhar “para trás”, também se olha “para a frente”.

O programa de comemorações foi apresentado publicamente na segunda-feira, numa conferência de imprensa em Sines, que contou também com a presença do presidente da Câmara de Sines, Nuno Mascarenhas, do presidente da Comunidade Portuária de Sines, Jorge Almeida, e do presidente da aicep global Parques, Francisco Mendes Palma.

Agendada para o mês de Março, em Lisboa, ainda em data a anunciar, a “conferência Sines 5.0 – Activo Estratégico da Economia Nacional” é a primeira de várias que vão decorrer ao longo do ano promovidas pela aicep Global Parques, que assim se associa à celebração dos 40 anos da APS.

A intenção das quatro conferências que vão decorrer durante o ano, a primeira em Lisboa e as seguintes em Sines, é, segundo disse José Luís Cacho, “criar algum pensamento para o futuro”.

 

“É criar algum pensamento para o futuro, imaginarmos e vermos a visão daquilo que será o porto de Sines daqui a 40 anos. É um desafio que lançamos para todos nós”, reiterou.

Ou seja, acrescentou, a conferência vai ser “o pontapé de saída” para desenvolver “um conceito dinâmico que vai prevalecer ao longo dos próximos anos”, com a “perspectiva de captar investimento e projectos industriais e logísticos para Sines que alavanquem e sustentem o crescimento que se pretende para os próximos anos”.

A ideia do presidente da APS foi reforçada pelo líder da AICEP Global Parques, Francisco Palma, que destacou a importância de reflectir sobre “a memória, o valor e a perspectiva” do porto de Sines.

Nesse sentido, a AICEP Global Parques terá mesmo desenvolvido um trabalho conjunto com a Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa sobre “o valor económico de Sines nas suas várias perspectivas” e que, anunciou Francisco Palma, “será publicado e apresentado brevemente”.

“No seu conjunto, é isto que as conferências vão debater”, disse.

Além destes encontros, ainda no âmbito da celebração do aniversário da APS, está previsto para os dias 7, 8 e 9 de Setembro um colóquio, promovido pelo Município de Sines, “sobre a história” da cidade alentejana “e o seu povo, história e património”, anunciou o presidente da autarquia, Nuno Mascarenhas.

“Vamos ter em Sines um conjunto de professores universitários e investigadores, alguns deles a trabalhar em universidades americanas”, revelou.

Integrado nas comemorações está ainda o evento Tall Ships 2017, agendado para o final do mês de Abril, a segunda edição da Feira do Mar, que envolve entidades com actividade marítima, e ainda a publicação de um livro sobre a memória do porto de Sines, a realização de um filme documental e exposições, entre outras iniciativas dirigidas à comunidade em geral.

Segundo o presidente da Câmara Municipal, o evento Tall Ships tem já confirmados “cerca de 20 veleiros” e Sines tem a “expectativa” de atrair 200 mil visitantes.

“É o grande evento que vamos ter este ano, não só do concelho e da região, mas também do país”, disse Nuno Mascarenhas, considerando que se trata de “um dos maiores eventos já realizados na região”.

A celebração, que conta ainda com a parceria da Comunidade Portuária de Sines, termina a 14 de Dezembro, data oficial da fundação da APS, com uma festa aberta à comunidade local.

O presidente da Comunidade Portuária de Sines, que tomou posse recentemente, disso apoiar as comemorações do aniversário do porto com entusiasmo. Jorge Almeida declarou “apoio completo” ao programa de comemorações, que classificou de “ambicioso” e “extraordinário”.

DIÁRIO DA REGIÃO com Lusa

Deixe uma resposta