Autarquia confirma protocolo com ARLSVT para o novo Centro de Saúde da Baixa da Banheira

Local Últimas C

A Câmara da Moita, liderada por Rui Garcia (PCP), confirmou ao DIÁRIO DA REGIÃO que existe trabalho a ser efectuado com a ARSLVT para celebrar um protocolo, em breve, que permita avançar com a construção do novo Centro de Saúde da Baixa da Banheira.

“Confirmamos que existe trabalho entre a Câmara Municipal da Moita e a ARSLVT com vista à celebração de um protocolo entre estas duas entidades para a construção do novo Centro de Saúde da Baixa da Banheira, que vai ser celebrado muito em breve”, referiu o Gabinete do Presidente da Câmara Municipal da Moita, em resposta enviada por escrito.

A Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) anunciou que já acordou com a autarquia da Moita a localização do novo Centro de Saúde da Baixa da Banheira, referindo que vai ser assinado um protocolo.

“Informamos que a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) e a Câmara Municipal da Moita acordaram a localização para a construção do novo centro de saúde da Baixa da Banheira, no concelho da Moita”, referiu a ARSLVT em comunicado enviado ao DIÁRIO DA REGIÃO.

A ARSLVT explica que estão a ser desenvolvidas as necessárias diligências para que seja depois assinado um protocolo.

“A ARSLVT confirma que neste momento se desenvolvem as diligências necessárias junto da Câmara Municipal da Moita para que, com a maior brevidade possível, se possa proceder à assinatura do protocolo sobre a construção da referida Unidade de Saúde”, acrescenta.

A Comissão de Utentes de Saúde da Baixa da Banheira, distrito de Setúbal, anunciou que já reuniu as assinaturas necessárias para levar a construção do novo Centro de Saúde à discussão na Assembleia da República.

“Atingimos as 4.023 assinaturas. Atingimos o nosso objectivo de recolher as assinaturas suficientes para apresentarmos na Assembleia da República, de modo a ser discutido em plenário, a construção do novo centro de saúde, para que possamos ter mais condições de atendimento e para que mais médicos possam vir para a Baixa da Banheira”, no concelho da Moita, referiu a comissão de utentes em comunicado.

Além de exigir a construção de um novo Centro de Saúde da Baixa da Banheira, porque o actual funciona num prédio sem condições, a Comissão de Utentes alertou também para a necessidade de reforçar o número de médicos.

Vários grupos parlamentares já questionaram o Governo sobre a situação do Centro de Saúde da Baixa da Banheira, exigindo saber quando a obra vai avançar, depois de ter sido anunciada a sua construção.

A comissão referiu ainda que foi informada, em reunião entre as partes, que a Câmara da Moita, liderada por Rui Garcia (PCP), já apresentou à Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) uma proposta de terreno para o novo Centro de Saúde.

“O terreno está situado junto à linha férrea perto da Escola D. João I, logo a seguir à rotunda com a escultura dedicada ao 25 de Abril de 1974. Esta proposta terá de ser aprovada ainda em sessão de Câmara a realizar durante o mês de Janeiro e em sessão da Assembleia Municipal a realizar no início do mês de fevereiro deste ano”, salientou.

A Comissão de Utentes já agendou para o dia 18 de Fevereiro, pelas 10:00, uma sessão pública para discutir o assunto com a população e definir formas de luta.

Deixe uma resposta