Família em Palmela hospitalizada por intoxicação por monóxido de carbono

Local Últimas C

Cinco pessoas da mesma família, incluindo dois menores e residentes em Olhos de Água, no concelho de Palmela (Setúbal), receberam hoje assistência hospitalar devido a uma intoxicação por monóxido de carbono, revelaram os bombeiros e a GNR.

O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal revelou à agência Lusa que o alerta para a intoxicação, numa residência na Estrada Nacional 379-2, em Olhos de Água, na freguesia de Pinhal Novo, foi dado aos bombeiros às 03:22.

A intoxicação terá tido origem “numa salamandra”, disse a mesma fonte, acrescentando que uma das vítimas foi transportada para o Hospital de S. Bernardo, em Setúbal, em estado grave, tendo as outras quatro sido levadas para a mesma unidade e consideradas feridos leves.

Contactado pela Lusa, o Comando Territorial de Setúbal da GNR precisou que as vítimas são três adultos, dos quais dois homens, com 22 e 48 anos, e uma mulher, de 33, e dois menores, um deles um rapaz, de 16 anos, e uma menina, de seis anos.

“São todos da mesma família. Foram assistidos no local pelo Instituto Nacional de Emergência Médica e, a seguir, transportados para o hospital”, afirmou a fonte da Guarda.

A intoxicação a partir da salamandra terá sido provocada, segundo a mesma fonte, “porque um dos elementos da família, sem querer, terá fechado uma válvula e houve inalação de monóxido de carbono”.

No local, o socorro às vítimas mobilizou 10 operacionais dos bombeiros de Palmela e de Pinhal Novo, apoiados por cinco ambulâncias, referiu o CDOS.

Deixe uma resposta