Câmara de Alcácer do Sal aprova voto de pesar por Mário Soares

Local Últimas C

Texto foi aprovado por unanimidade, depois de PS aceitar proposta da CDU para substituir “pai” por “fundador” da Liberdade e da Democracia

 

A Câmara de Alcácer do Sal aprovou, esta quinta-feira, um voto de pesar pelo falecimento de Mário Soares.

O voto foi proposto pelas vereadoras do PS, mas acabou por ser adoptado por toda a Câmara Municipal, depois de CDU e PS terem acordado uma alteração ao texto.

A CDU, pela voz do presidente Vítor Proença, propôs a substituição da expressão “pai” da Liberdade e da Democracia, proposta pelo PS, por “fundador”, com o argumento de que “não há pais da Liberdade em democracia”.

O autarca comunista lembrou que muitos outros portugueses, incluindo militares de Abril, lutaram pela Liberdade. O vereador Manuel Vitor de Jesus, também comunista, deu até o exemplo de Álvaro Cunhal.

As vereadoras socialistas aceitaram essa alteração e o voto de pesar foi aprovado por unanimidade.

Isabel Vicente, que leu a proposta socialista, aceitou de imediato. “Não temos qualquer problema em reconhecer que houve outras pessoas que lutaram pela Liberdade”, disse, em nome de todas as vereadoras do PS, depois de também Luísa Ferreira e Isabel Marçano terem mostrado concordância.

Deixe uma resposta