Criação de 50 novas empresas faz crescer Alcácer do Sal

Local Últimas C

A hotelaria e restauração foi o principal sector a contribuir para o crescimento empresarial no concelho de Alcácer do Sal, entre Novembro de 2015 e Outubro de 2016

Segundo dados divulgados recentemente pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), Alcácer do Sal recebeu, entre Novembro de 2015 e Outubro de 2016, a criação de 50 novas empresas, a maioria no sector terciário, associadas à hotelaria e restauração. Segue-se o sector primário (agricultura e pecuária) e, residualmente, o sector secundário, associado à construção civil, metalomecânica e confecção de roupa, com uma dimensão familiar.

Os dados do INE indicam ainda que, das 50 novas empresas, cinco são sociedades anónimas, 19 sociedades unipessoais e as restantes são sociedades por quotas.

“Relativamente ao comércio internacional em 2015, e apesar de os valores no concelho não atingirem os 25 milhões de euros de exportações e as importações serem de pouco mais de 5 milhões de euros, a balança comercial teve uma taxa de variação muito superior ao registado na NUT III, que corresponde ao Alentejo Litoral”, salienta a Câmara Municipal.

Já no que toca ao Turismo, em 2015 as dormidas no concelho “mostraram-se proporcionais ao número de estabelecimentos hoteleiros, cujo peso do município na NUT III é de quase 8%”. Estes números, de acordo com a autarquia, “prendem-se com a capacidade de resposta à procura, que se traduz em 10 estabelecimentos hoteleiros no concelho, que perfazem uma capacidade de alojamento de 897 camas”. O número de dormidas situou-se nas 45 978, num total de 19 376 hóspedes, gerando proveitos positivos na ordem dos 2 milhões e 231 mil euros.

“O concelho de Alcácer do Sal afirma-se, assim, pela crescente aposta na área dos negócios e do turismo, a ter em consideração quando se reflecte sobre o futuro”, conclui o município.

Deixe uma resposta