Projectos turísticos da Região de Lisboa recebem apoios

Regional B Últimas C

A criação de uma rota turística pedonal de Cacilhas a Almada e a presidência de Setúbal no Clube das Mais Belas Baías do Mundo são dois dos projectos apoiados. Em Lisboa, os projectos promovem o património histórico, gastronómico e religioso

 

A Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa (ERT-RL) tem em curso um investimento de 371.500€ de apoio a quatro projectos turísticos na região de Lisboa. Entre eles, destaque para o apoio à criação de um percurso pedonal turístico de Cacilhas ao Cristo Rei, em Almada, e para o apoio à presidência de Setúbal no Clube das Mais Belas Baías do Mundo.

A ERT-RL vai apoiar a produção do Mapa Cacilhas – Cristo Rei, um percurso turístico pedonal com início em Cacilhas e que sugere 16 pontos de interesse até ao icónico monumento em Almada.

O mapa dará destaque às igrejas, museus e gastronomia de Almada e às melhores vistas sobre o rio Tejo e Lisboa e deverá ser lançado em Fevereiro, segundo a entidade.

A presidência de Setúbal no Clube das Mais Belas Baías do Mundo, que junta 41 baías em 25 países de quatro continentes, será apoiada também pela ERT-RL, até ao final de 2018, com a produção de uma edição e de um filme, com lançamento previsto ainda para o início deste ano.

O apoio da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa ao mandato setubalense é “uma oportunidade para promover a Região de Lisboa e, em particular, o turismo de natureza”, explica a entidade em comunicado.

O clube, cuja presidência é assumida pela edil setubalense Maria das Dores Meira desde Fevereiro de 2016 e até 2019, pretende promover os patrimónios ambientais, culturais, históricos, linguísticos, étnicos e sociais das diferentes baías.

A baía de Setúbal pertence ao organismo desde 14 de Novembro de 2002 e conta com uma associação local para promoção e defesa do património.

 

Projectos em Lisboa

 O programa “Stopover”, que desde Julho de 2016 já mobilizou 30 mil turistas em estadias de um a três dias em Lisboa, no âmbito de escalas de avião, continua a receber igualmente o apoio da ERT-RL.

Em 2017 estarão disponíveis sete experiências na cidade e na região de Lisboa, como o circuito “Lisboa Histórica”, com percurso pedestre pela Baixa Pombalina, Chiado, Bairro Alto, Lisboa Story Centre e com prova prova de Ginginha; e “Os velhos Bairros, Lisboa Antiga”, com percurso pedestre por Alfama e Mouraria, Martim Moniz, Sé de Lisboa e Arco da Rua Augusta, incluindo a oferta de um café no Martinho da Arcada.

As experiências “Belém, as Descobertas e os Navegadores”, com passeio de tuk-tuk e prova de pastel de Belém e “Sintra, Cascais e Cabo da Roca”, que contempla uma visita ao Mitos e Lendas de Sintra e prova de uma Queijada de Sintra, também fazem parte do programa.

O “Stopover” promove ainda o passeio “Observação de golfinhos” no Estuário do Sado; “A cultura do Vinho: visita a uma Adega” em Azeitão, Bucelas ou Colares, com prova de vinho; e “Gastronomia e Vinhos”, que pode conjugar-se com qualquer uma das seis experiências anteriores, em parceria com as Comissões Vitivinícolas de Lisboa e Península de Setúbal.

No programa, a Associação de Turismo de Lisboa e a TAP são parceiras da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa.

O projecto Quo Vadis, do Patriarcado de Lisboa, recebe por sua vez apoios “com o objetivo de melhorar e qualificar a fruição dos bens culturais e artísticos das igrejas e dos patrimónios da Diocese de Lisboa”, explica a ERT-RL.

“Este apoio consiste na criação de uma aplicação em duas línguas com os conteúdos do projeto Quo Vadis e na produção de conteúdos para desdobráveis e mono-folhas relativos aos conteúdos históricos, espirituais e culturais de nove igrejas na zona central de Lisboa”.

O projecto prevê ainda a produção de conteúdos para um conjunto de cinco rotas nos bairros históricos do Chiado, Baixa, Mouraria, Alfama e Castelo.

Deixe uma resposta