Arco da Ponte de Pinhal Novo recupera memórias com obra artística

Local B Sociedade C

Elaboração artística da obra será enriquecida com a recolha de memórias (orais e fotográficas) sobre o Arco da Ponte de Pinhal Novo, datado dos anos 30 do século XX

 

O Município de Palmela pretende construir uma obra artística evocativa das memórias populares do antigo Arco da Ponte de Pinhal Novo, a partir da alvenaria de pedra original da estrutura, e vai ouvir a população para recolher ideias e memórias sobre a estrutura.

O projecto de criação do memorial, incluindo aspectos como a sua localização, vai estar em debate numa sessão pública a decorrer na Junta de Freguesia de Pinhal Novo, integrada no programa da Semana da Freguesia de Pinhal Novo, no dia 19 de Janeiro, às 21h.

A elaboração artística da obra será enriquecida com a recolha de memórias (orais e fotográficas) sobre o Arco da Ponte de Pinhal Novo, datado dos anos 30 do século XX. A ideia é que essa recolha contribua também para a historiografia local e para o espólio do Museu Municipal, segundo explica o município em nota de imprensa.

O trabalho do museu terá, por sua vez, continuidade com uma série de sessões do projecto de recolha fotográfica “Álbum de Família” no Pinhal Novo, programadas para os próximos meses.

O antigo Arco da Ponte, que atravessava o caminho-de-ferro em Pinhal Novo sobre a Rua de Olivença, era utilizado pelos jovens como espaço de convívio. O viaduto foi desmantelado em 2002, a pretexto das obras de modernização da linha férrea levadas a cabo pela REFER.

Hoje, o município pretende afirmá-lo como um “ponto de diálogo entre o passado e o presente”. A população é convidada a contribuir para o projecto com o envio de imagens digitalizadas do Arco da Ponte e/ou depoimentos com as suas memórias para o e-mail museumunicipalpalmela@gmail.com.

Deixe uma resposta