PS prepara “Agenda para a Década do Concelho de Setúbal”

Regional B Últimas C

Seminário “Comunidades Solidárias” decorre esta sexta-feira, às 21h00, no Hotel Esperança, em Setúbal. O evento organizado pela concelhia socialista terá como oradores convidados Eugénio da Fonseca e Natividade Coelho

A comissão política concelhia do PS encontra-se a desenvolver a “Agenda para a Década do Concelho de Setúbal”, com o intuito de elaborar um plano estratégico de desenvolvimento, procurando intervir num horizonte de longo prazo através do envolvimento da sociedade civil para a afirmação de Setúbal na região, no país e no mundo. Do trabalho já desenvolvido pela estrutura socialista, identificaram-se quatro eixos centrais: Comunidades Solidárias; As Pessoas Primeiro; Democracia Activa e Emprego e Desenvolvimento Sustentado.

Paulo Lopes, presidente da concelhia do PS explicou ao DIÁRIO DA REGIÃO que “a iniciativa pretende dar início a um processo em que se aproveita a Agenda para a Década das eleições Legislativas, trabalhando a ‘Agenda para a Década do Concelho de Setúbal’, através da elaboração de um plano estratégico de desenvolvimento com um alcance de dez anos. O objectivo é preparar-se o que depois há-de ser o programa eleitoral do Partido Socialista para as Autárquicas 2017”.

O primeiro seminário incluído no ciclo “Agenda para a Década do Concelho de Setúbal” realiza-se na próxima sexta-feira, 6 de Janeiro, às 21h, no Hotel Esperança, em Setúbal. A sessão de debate aberta ao público contará com a participação de Eugénio da Fonseca, presidente da Cáritas Portuguesa e Natividade Coelho, directora do Centro Distrital de Setúbal da Segurança Social. Depois das intervenções dos oradores convidados será aberto um segundo período de debate com a assistência, com a duração máxima de duas horas. Plano estratégico de habitação, habitação social, reabilitação de espaços devolutos, políticas de proximidade e de rede e inclusão e integração das comunidades migrantes serão alguns dos temas que estarão em cima da mesa.

Natividade Coelho, directora do Centro Distrital de Setúbal da Segurança Social será uma oradoras do seminário Comunidades Solidárias.

O evento insere-se no âmbito da “Agenda para a Década”, documento orientador do actual programa de Governo, que define quatro pilares para afirmar Portugal: a Valorização dos Nossos Recursos; a Modernização da Actividade Económica do Estado; o Investimento no Futuro e o Reforço da Coesão Social. A “Agenda para a Década” surgiu em 2015 quando o PS apresentou um documento orientador de âmbito nacional, capaz de definir uma estratégia para o país, com um alcance de dez anos.

Para isso, os eleitos do PS apelam à participação nos seminários de um espectro social e político abrangente. “Queremos o envolvimento de militantes, simpatizantes e independentes, pessoas que se revejam e queiram participar e influenciar de alguma forma neste plano. Portanto, é essa abertura à sociedade que o partido fez nas Legislativas e nós queremos fazer nas Autárquicas 2017”, adiantou Paulo Lopes.

As quatro sessões culminarão com uma convenção, onde serão apresentadas as conclusões dos seminários e votado por todos aqueles que se queiram inscrever para o efeito, o documento final “Agenda para a Década do Concelho de Setúbal”.

Deixe uma resposta