Outro Tempo fecha II Jornadas de Música de Câmara de Setúbal no Fórum Luísa Todi

Sociedade B Últimas C

Ontem, 27, subiu ao palco o Quarteto Lopes-Graça (na foto acima) que deu um concerto inspirado na música de câmara portuguesa e latino-americana

Na sexta-feira, 30, às 21h30, realiza-se o segundo e último concerto das II Jornadas de Música de Câmara de Setúbal, que decorrem no Fórum Municipal Luísa Todi. Em palco estará o projecto Outro Tempo, José Afonso, da autoria de José Pedro Gil e Emanuel de Andrade.

Ontem, 27, à noite, o Fórum Municipal Luísa Todi recebeu o primeiro espectáculo que esteve a cargo do Quarteto Lopes-Graça. A formação de cordas deu um concerto inspirado na música de câmara portuguesa e latino-americana, com obras dos músicos portugueses Fernando Lopes-Graça e Amílcar Vasques-Dias, dos argentinos Luis Gianneo, Diego Kovadloff e Alejandro Erlich Oliva e do mexicano Silvestre Revueltas.

Vencedor do Prémio Autores/RTP 2010, na categoria Melhor Trabalho de Música de Erudita, o Quarteto Lopes-Graça é constituído por Luís Pacheco Cunha e Maria José Laginha, nos violinos, Isabel Pimentel, na viola, e Catherine Strynckx, no violoncelo.

Para a próxima sexta-feira está, então, reservada a música e poesia de José Afonso, pelo projecto Outro Tempo, através de uma sonoridade menos ortodoxa, uma vez que os instrumentos utilizados foram inicialmente idealizados para outros contextos musicais. Pedro Gil, na voz, e Emanuel de Andrade, no piano, igualmente responsável pela direcção musical, são acompanhados de Ana Pereira e Filipa Serrão, violinos, Joana Cipriano, viola de arco, e Nuno Abreu, violoncelo. O grupo conta ainda com a participação especial de Márcio Pereira, no clarinete.

Os bilhetes, à venda no Fórum Luísa Todi e em www.bol.pt, custam oito euros para a plateia e seis para o balcão.

Deixe uma resposta