Montijo entrega habitações sociais a 16 famílias

Local Últimas B

Estes foram os primeiros 16 de um conjunto de 26 fogos que a autarquia atribuiu por concurso público. Os restantes 10, na Caneira e no Afonsoeiro, serão entregues quando estiverem concluídas as obras de recuperação

O presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, procedeu na tarde de quinta-feira, 22, à entrega de 16 fogos de habitação social, numa cerimónia simbólica realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

As 16 famílias receberam em mão, do autarca, as chaves das habitações, que se localizam nos bairros do Esteval e do Esteval Novo.

De acordo com a autarquia, a entrega destas habitações sociais insere-se na “política de solidariedade, de combate à pobreza e exclusão social através da promoção do acesso à habitação, promovendo a autonomização de pessoas e famílias carenciadas ou dependentes”.

“A perspectiva da Câmara é não esquecer os que mais sofrem com as dificuldades e as carências, procurando com a atribuição destes fogos contribuir para uma maior coesão social e integração de todos os montijenses”, explica o município, em nota de Imprensa enviada ao DIÁRIO DA REGIÃO, reforçando que, desta forma, a Câmara do Montijo “continua a desenvolver políticas que garantem o direito à habitação”, com a consciência de que “a resposta a muitos problemas que afectam o quotidiano dos munícipes depende em grande medida da acção das autarquias”.

Os 16 fogos, localizados nos bairros do Esteval e do Esteval Novo, fazem parte de “um conjunto de 26 casas atribuídas por concurso público”. Os restantes fogos, localizados na Caneira e no Afonsoeiro, serão entregues assim que “as obras de recuperação estiverem terminadas”, adianta a autarquia.

No total, a Câmara realizou “um investimento de cerca de 100 mil euros em obras de recuperação dos 26 fogos para assegurar todas as condições” de habitabilidade aos espaços.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta