Presidente da Transtejo diz que carreiras no Montijo vão ter mais dois barcos já na segunda-feira

Regional B Últimas B

O administrador da empresa revelou a Nuno Canta que uma embarcação reparada já entrou esta sexta-feira ao serviço e que conta com mais uma, também alvo de reparações, a fazer a ligação entre Montijo e Lisboa

O presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, e o presidente da Junta da União das Freguesias de Montijo e Afonsoeiro, Fernando Caria, reuniram esta sexta-feira, 16, de urgência com o presidente da administração da Transtejo, Tiago Farias.

Segundo uma nota de Imprensa da Câmara Municipal enviada ao DIÁRIO DA REGIÃO, o administrador da empresa “reconheceu os problemas, nas várias carreiras fluviais em operação, a maioria deles em resultado de avarias inesperadas e do envelhecimento das embarcações”, adiantando que tem procurado “resolver com celeridade” a situação de modo a não afectar a carreira do Montijo. Tiago Farias informou ainda os autarcas que entrou hoje em funcionamento “uma embarcação reparada” e que conta, esta segunda-feira, 19, “com o reforço de outro navio reparado na carreira do Montijo”.

De acordo com a autarquia, o administrador da Transtejo considera que “com o reforço do número de embarcações operacionais poderá responder com maior capacidade a uma futura avaria mecânica noutra embarcação”.

As explicações de Tiago Farias foram dadas depois de Nuno Canta e Fernando Caria “apresentaram as preocupações dos utentes dos barcos da carreira Montijo-Lisboa, designadamente os problemas relacionados com as recentes avarias nos navios”.

Em causa estão as recentes supressões de carreiras, devidas a avarias dos barcos, que têm provocado atrasos significativos na partida e chegada dos utentes aos empregos e escolas. Além disso, a diminuição das carreiras tem também obrigado a que os barcos executem viagens sobrelotados.

Nuno Canta questionou ainda Tiago Farias sobre a ausência de iluminação pública no arruamento envolvente ao parque de estacionamento do Cais do Seixalinho. “Em resposta, a Transtejo referiu que tinha recebido a queixa do município do Montijo sobre a referida iluminação pública e que está a proceder à sua reposição”, revela a autarquia.

No final do encontro, Nuno Canta agendou uma nova reunião com o Conselho de Administração da Transtejo, para o próximo mês de Janeiro, para “realizar um balanço conjunto” com a empresa.

Deixe uma resposta