Cidade Europeia do Desporto 2016 mobilizou quase 94 mil participantes em mais de 300 eventos

Últimas

Balanço de um ano desportivo revela que houve 158 mil espectadores no total dos eventos e que dez provas tiveram uma cobertura televisiva que levou Setúbal às casas de 1 milhão e 400 mil pessoas. Na organização participaram ainda quase 400 jovens voluntários

 

Setúbal, a Cidade Europeia do Desporto (CED 2016) mobilizou 93.600 pessoas, entre praticantes e participantes, ao longo de 309 eventos realizados desde o início deste ano, em 225 dias, num total de 2.139 horas de actividades. Os dados foram revelados ao DIÁRIO DA REGIÃO pela Câmara Municipal de Setúbal.

O título de Cidade Europeia do Desporto foi anunciado à cidade pela ACES Europe – Associação das Capitais e Cidades Europeias do Desporto em Julho do ano passado, tornando Setúbal a quarta cidade portuguesa a deter o título – depois de Guimarães, em 2013, Maia em 2014 e Loulé, em 2015.

Foram realizados 138 eventos na área temática Eventos Desportivos (“Transpira”), dedicada ao desporto na sua dimensão do alto-rendimento, da competição e do espectáculo, com o envolvimento directo do Comité Olímpico de Portugal, do Comité Para-Olímpico de Portugal, da Confederação do Desporto de Portugal, das federações desportivas nacionais e internacionais, das associações regionais, do tecido empresarial e de todos os membros do movimento associativo do concelho.

Na área do Desporto Para Todos (“Inclui”) houve 94 eventos, promotores do desporto “assente em valores sociais, educativos e culturais, visto como um factor de inserção, tolerância, aceitação das diferenças e respeito pelas regras”.

O Conhecimento e Qualificação (“Ensina”), que justificou encontros, congressos e conferências com atletas, treinadores, dirigentes, cientistas, jornalistas e personalidades do desporto local, nacional e internacional, motivou a organização de 45 eventos.

Já na área do Desporto e Cultura (“Inspira”), que explorou o desporto em complementaridade com as mais variadas expressões artísticas, a programação contemplou 32 eventos. No calendário geral, foram 309 iniciativas, promotoras da prática de 52 modalidades desportivas diferentes, que envolveram 93.600 praticantes e participantes e 158 mil pessoas nos mais diversos públicos.

Dos eventos, 124 tiveram dimensão nacional e 27 dimensão internacional, sendo que uma dezena teve direito a transmissão televisiva integral e em directo, nos canais de televisão SportTV, A Bola TV, RTP1, RTP3 e CMTV, com a Final da Taça de Portugal de Rugby e a Fina Marathon Swmming Olympic Qualification Tournament – 2016 a serem transmitidos durante dois dias.

A cobertura mediática dos grandes eventos terá atingido uma audiência total avaliada em um milhão e 400 mil pessoas. Entre as maiores provas a ter lugar na cidade contam-se a prova de natação em águas abertas FINA Olympic Marathon Swim Qualifier 2016, de apuramento para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, no Brasil, e a Volta a Portugal em Bicicleta, por exemplo.

Contabilizaram-se ainda 92 eventos de dimensão local, 48 eventos de dimensão distrital, 27 de âmbito internacional e outros 18 eventos de dimensão regional.

 

Quase 400 voluntários

 A organização da Cidade Europeia do Desporto 2016 apostou também num programa de voluntariado, envolvendo diretamente 355 jovens na logística de 160 eventos, conseguindo um total de 13.879 horas dedicadas ao voluntariado e 1.387 horas de eventos com apoio de voluntários.

Do total de inscritos, 206 são do sexo feminino e 149 do sexo masculino. Segundo o mesmo documento, os meses de Maio (com três mil horas de apoio) e Junho (com 2.700 horas) foram as épocas do ano com maior participação de voluntários. Os dois jovens mais comprometidos com a CED 2016 somaram um total de 215 horas de participação.

Outros dados mostram ainda que foram 134 as instituições e entidades parceiras na organização, e que os eventos fizeram uso de 65 instalações desportivas.

Além do incentivo à vertente competitiva, a iniciativa europeia pretendeu promover o desporto informal e estilos de vida saudáveis entre a população do concelho, que tem uma taxa de referência de 35% de actividades desportivas dinamizadas ao longo do ano, um valor acima da média europeia.

O galardão da ACES – Associação de Capitais Europeias do Desporto foi entregue a Setúbal numa cerimónia que teve lugar no Parlamento Europeu, em Bruxelas, Bélgica, a 18 de Novembro de 2015.

O município de Almada avançou em Novembro último com uma candidatura para ser Cidade Europeia do Desporto em 2018, concorrendo ao título juntamente com Braga. A CED 2018, que será apenas uma cidade, só será conhecida a 30 de Janeiro do próximo ano.

Por ano é eleita apenas uma Capital Europeia do Desporto e, no máximo, duas dezenas de cidades europeias do desporto, sendo que cada país pode ter apenas, no máximo, duas cidades a ostentar o título em cada ano.

Deixe uma resposta