Palmela cresce 43% no turismo em nove meses

Local C Últimas C

Dormidas quase duplicaram desde o inicio do ano. Turistas são sobretudo estrangeiros (33 711), sendo que o mercado espanhol foi o registou maior subida (119%) face a 2015

 

Palmela registou um forte crescimento turístico com mais 43% de dormidas nos primeiros nove meses deste ano, face a 2015. Um resultado que, segundo a Câmara Municipal, “tem ainda maior relevância quando comparado com o crescimento da região de Lisboa, situado nos 6%”.

Os números confirmados pela autarquia resultam do levantamento efectuado pela Entidade Regional de Turismo de Lisboa, “de acordo com uma amostra de 90% da oferta turística do concelho, entre os meses de Janeiro e Setembro deste ano”, a qual demonstra que, durante o referido período, Palmela recebeu “um total de 58 218 dormidas, das quais 24 507 correspondem a portugueses e 33 711 a estrangeiros”.

Só no mercado nacional, indica o município, Palmela registou “um crescimento de 56%, face a 2015”, tendo o mercado internacional obtido “um aumento igualmente significativo de 34 pontos percentuais”.

Ao nível das dormidas de estrangeiros, a autarquia realça que entre Janeiro e Setembro deste ano, o mercado espanhol “apresentou um aumento extraordinário de 119%, em relação ao ano passado”, ao passo que França registou um crescimento de 44%, a Alemanha de 35% e o Reino Unido com mais 32%, em relação a 2015.

 

Estratégia de desenvolvimento

Os números do crescimento turístico deixam satisfeito o vereador do Turismo da Câmara Municipal de Palmela. “Estes resultados deixam-me bastante satisfeito porque significam que estamos a trabalhar na direcção certa. Temos novos produtos turísticos para oferecer em Palmela já em 2017 , que têm vindo a ser trabalhados com os nossos parceiros do turismo, para nichos muito interessantes de potenciais visitantes”, disse Luís Miguel Calha ao DIÁRIO DA REGIÃO.

“A diversificação de produtos, a oferta de qualidade e a promoção nacional e internacional vão ser três das apostas mais importantes que vamos realizar no próximo ano”, acrescenta o autarca.

“A par de uma sólida estratégia de desenvolvimento turístico plasmada nos inúmeros eventos que o concelho oferece ao longo de todo o ano e da contínua aposta nas vertentes de turismo desportivo, de natureza, histórico-cultural, golfe e de provas equestres, reafirmando-se as fortes dinâmicas que Palmela mantém ao nível do enoturismo, importa sublinhar que estes resultados são o espelho de uma oferta que se inova e estimula diariamente, na qualidade da prestação do serviço por parte dos agentes turísticos que promovem a sua actividade neste território”, considera a autarquia.

Ao mesmo tempo, o município interpreta que se poderá estar a assistir, a par da chegada de novos turistas, “à fidelização” daqueles que procuram Palmela e que, como resultado da experiência da primeira visita, voltam novamente. “Por outro lado, o município tem desenvolvido um acentuado esforço na promoção da marca ‘Palmela Conquista’ junto de Lisboa e do mercado internacional, no objectivo de captação de mais visitantes”, conclui a autarquia, que elogia o papel central de todos os parceiros, desde a Entidade Regional de Turismo de Lisboa, ao movimento associativo, às empresas de animação turística, às unidades hoteleiras e de alojamento local, aos estabelecimentos de restauração e bebidas, às casas e adegas vitivinícolas, entre outros.

Deixe uma resposta