Outeiro da Saúde está quase reabilitado e vai ser iluminado

Local Últimas B

Património histórico que integra parte da antiga muralha de Setúbal está em obras. Agora vão ser instalados projectores

 

O Outeiro da Saúde,  em Setúbal, está a ser reabilitado através de uma empreitada que se encontra em fase de conclusão, devendo estar pronta em Janeiro.

A obra, no valor de 150 mil euros, é promovida pela Câmara Municipal de Setúbal e incluiu o reforço estrutural de muros e a valorização geral do imóvel. Foram reabilitados os seis muros exteriores do espaço, que se encontravam em avançado estado de degradação e pintado todo o exterior, incluindo o bonito e invulgar gradeamento e peças decorativas em ferro do portão que dá para o antigo ‘prédio da Fiat’.

A intervenção, que  começou em Novembro, passou pela picagem, reboco e pintura dos seis muros, numa extensão total de 260 metros lineares, assim como o reforço estrutural de um elemento que se encontrava mais debilitado. A parte da antiga muralha de Setúbal que integra o Outeiro da Saúde foi também alvo de trabalhos mais especializados, concretamente com a remoção de vegetação descaracterizada e a lavagem de pedras.

Segundo a autarquia sadina, aquele património histórico setubalense vai ganhar agora maior visibilidade com a instalação de iluminação decorativa, com uma dezena de projectores instalados no chão para destacar a muralha.

A obra abrange também o espaço municipal onde funcionou antiga sede do Grupo Desportivo e Recreativo ‘O Sindicado’. Neste  espaço, além de acções de beneficiação geral, com a reparação e pintura da fachada, foi substituída a cobertura do imóvel e colocadas novas caixilharias em janelas.

Estas instalações vão ser destinadas a “novas funções” que a Câmara Municipal ainda não revelou.

De acordo com o município, a intervenção no Outeiro da Saúde, além da valorização patrimonial, reforçou as condições de segurança e estabilidade em toda a envolvência, designadamente nas fachadas na Travessa da Bela Vista, nas ruas José Pereira Martins, José Adelino Santos e Heliodoro Salgado e na Avenida General Daniel de Sousa.

Deixe uma resposta