Cadela Lira recupera dos graves ferimentos

Sociedade B

A cadela Lira, que foi encontrada em Palhais atada pelo focinho, continua a recuperar das graves lesões sofridas, num caso que gerou uma onda de indignação nas redes sociais, estando ainda por identificar o responsável.

“A Lira é muito forte. Se fosse uma pessoa com as suas feridas provavelmente nem se conseguia mexer e estava deitada numa cama. Mas a Lira não. Age como se não se passasse nada. Tem dificuldade em bocejar e passou momentos de puro terror, mas isso são águas passadas”, refere a Associação dos Amigos dos Animais Abandonados da Moita (AAAA Moita) na rede social Facebook.

A Lira foi encontrada pela PSP na zona de Palhais, no Barreiro, atada pelo focinho, tendo sido resgatada e levada para o hospital Veterinário Sul do Tejo, no Barreiro.

A associação, que tem recebido centenas de mensagens a condenar os actos contra a Lira, tem actualizado o estado clínico da cadela nas redes sociais. A Lira será entregue à Associação dos Amigos dos Animais Abandonados da Moita, onde será acolhida depois de se encontrar fora de perigo, com várias pessoas a disponibilizarem-se já para ficarem com a cadela, com o caso a gerar muita indignação e pedidos de justiça.

A cadela não tem chip, sendo assim mais difícil encontrar o responsável pelos crimes, apesar de ter sido aberta uma ocorrência na PSP.

“Agora só quer aproveitar a vida. A vida é bela e ela não sabia. Tudo parece uma grande novidade e tudo é extremamente maravilhoso. A nossa guerreira é uma doçura e é impossível não nos deixarmos contagiar pela sua alegria pura e simples de poder viver”, concluiu a associação.

15350461_1278927875504572_3655141658646161905_n

Deixe uma resposta