Francisco Cardoso na presidência da Associação de Futebol de Setúbal

Desporto B

“Queremos continuar a ser considerados pela Associação Portuguesa de Futebol uma associação de vanguarda”, afirmou Francisco Cardoso na cerimónia de tomada de posse na sede da ASF

 

Francisco Manuel Gonçalves Cardoso tomou posse como presidente da Direcção da Associação de Futebol de Setúbal (ASF), para o período 2016/2017-2019/2020, na cerimónia solene de tomada de posse dos novos órgãos sociais da instituição, realizada a 23 de Novembro.

“Hoje damos um novo pontapé de saída para um novo mandato dos órgãos sociais da Associação de Futebol de Setúbal, em que assumimos todo o sentido de responsabilidade de dar continuidade à dedicação investida pelos antecessores que fazem da ASF uma das mais prestigiadas do país”, afirmou Francisco Cardoso, no auditório da sede da instituição.

Reconhecendo o trabalho de todos os que contribuíram para dignificar e fazer crescer a instituição ao longo dos anos (quase noventa de existência), dirigiu-se especialmente a Joaquim Sousa Marques para agradecer o “trabalho, dedicação e competência” que demonstrou à frente da direcção nos últimos quase 18 anos. “Garanto que tudo vou fazer para o homenagear em cada um dos dias do meu mandato, reconhecendo que fazer tanto e tão positivo será uma tarefa árdua”, disse o novo presidente.

Em matéria de propostas de mandato, Francisco Cardoso reforçou a “grande ambição” de vir a edificar um centro de treinos “que tenha as portas abertas aos clubes, árbitros e sobretudo às selecções distritais”, em linha com a criação de uma Academia Distrital de Árbitros que possibilite à arbitragem crescer em quantidade e qualidade.

A aposta no futebol feminino e no futsal, nomeadamente com a composição de escalões que permita à Associação de Futebol de Setúbal “evoluir para patamares de referência nacional num curto espaço de tempo”, e o reforço do futebol de 11 e de 7, que são “cada vez mais uma referência” e cultivam a formação, foram os principais pontos destacados pelo novo presidente da Direcção do organismo.

“Queremos continuar a ser considerados pela Associação Portuguesa de Futebol uma associação de vanguarda”, sintetizou Francisco Cardoso, não esquecendo a importância de formar parcerias com as autarquias no sentido de “ter uma palavra activa que permita incentivar as edilidades a edificarem ou melhorarem as infra-estruturas municipais dos filiados para a prática desportiva e competitiva”.

Na cerimónia solene da ASF tomaram posse António Machado, como presidente da Assembleia Geral; António Lopes, como presidente do Conselho de Disciplina; José Esteves, como presidente do Conselho de Arbitragem; Ricardo Gabriel, como presidente do Conselho Jurisdicional; António Monteiro, como presidente do Conselho de Contas e Armando Paixão, como presidente do Conselho Técnico.

O acto eleitoral para eleição dos órgãos sociais da instituição, ao qual concorreu apenas uma Lista Única, decorreu no dia 16 de Novembro e teve significativa adesão, com um total de mais de 400 votos. A lista A, encabeçada por Francisco Cardoso sob o lema “Por uma Associação Forte, um Compromisso com todos os Clubes”, obteve 432 votos, de um universo de 893 votos possíveis. No total houve 439 votos, entre eles sete votos em branco.

Deixe uma resposta